Make your own free website on Tripod.com

Dr. Mário Perrone
Esqueceram o médico.
Home
Músicas
Favoritos
Artigos
Rondonópolis

           

Esqueceram o médico

 

 

            Acabo de ler a luxuosa revista da UNIMED do BRASIL. Já de início, a alta qualidade do papel e a sofisticação da impressão me deixam bastante orgulhoso de ser um dos proprietários desta conceituada empresa. Fiquei sabendo que a minha UNIMED possui aviões e helicópteros para competir neste rendoso mercado da saúde. Também fui informado de que a UNIMED está rompendo fronteiras e se instalando em outros países. Achei fascinante a matéria que mostra grupos japoneses interessados no complexo UNIMED. Vi fotografias de luxuosas sedes. Emocionei-me ao saber que a UNIMED também  possui uma seguradora e investe pesado no mercado financeiro.

            Tudo lindo; tudo maravilhoso. Mas, se recordarmos os reais motivos pelos quais a  UNIMED foi criada, notaremos que falta um detalhe, talvez o mais simples, mas o mais importante, ou seja: preservar a dignidade do médico fazendo com que ele receba honorários justos por seus serviços. Será que estes eufóricos dirigentes da UNIMED sabem quanto ganha um médico por uma consulta? Será que acham justo o que se recebe por um atendimento de madrugada?  Será que sabem quanto a UNIMED  paga por uma sutura?  Será que estes engravatados senhores sabem ao menos que existe a figura do médico?

            Para que servem aviões, mercado de capitais, sedes luxuosas, patrocínios de times de futebol;  se  continuamos sendo explorados pela nossa própria empresa?  Será que isto é realmente uma cooperativa de serviços médicos, ou é  apenas uma ilusão, uma brincadeira, um outro engano que a  já cansada classe médica cometeu?  Será que existem médicos satisfeitos com a UNIMED?

            Tenho o pressentimento de que em breve vai haver a UNIDOG (cadeia de fast-food), a UNISHOP( rede de supermercados), a UNISEX( empresa de consultoria sexual), a UNIDEAD ( empresa de seguros funerários) e outras UNIS, todas empresas do complexo UNIMED... Mas, e o médico? Ora, o médico continuará sendo apenas um insignificante detalhe do sistema.

            Não queremos helicópteros,  não queremos luxo, não queremos romper fronteiras! Queremos apenas a proteção contra a exploração do trabalho médico! Queremos apenas trabalhar com dignidade! Queremos apenas que a UNIMED cumpra o seu real papel de cooperativa, caso contrário, faremos eternamente a mesma pergunta: - Afinal, para que serviu a UNIMED???

 

 

                                                Abril de 97

 

                                                Mário Perrone - Pediatra

                                                Rondonópolis- MT

                                                Tel (065) 423 5891